sexta-feira, agosto 04, 2006

READAPTAÇÃO


Barreiras que se espalham como minas nos campos armadilhados.
A cada passo uma sombra de estilhaços perfura o teu olhar.
A cada deslocação do teu corpo há um alvo da arma da legalidade.
As sombras que sobem do chão para o céu voam sobre a tua cabeça.
E nas mãos que fechas às armas erguem-se punhos para a sobrevivência.
Na guerra fria da ausência das palavras readapta-se o mundo a ti!

umbigo

3 Comments:

Blogger Ana Maria said...

umbigos na forma de sinos e tudo o que um mosteiro significa encontra-se no sentimento oculto das palavras- sons da Mónica.
Parabéns a ambos.

agosto 04, 2006  
Blogger missixty2000 said...

Belo texto e bela foto!
Vim despedir-me , vou de férias!
Deixei-te lá uma beijoca no meu blog!

agosto 04, 2006  
Blogger umbigo said...

Obrigada pela imagem e utilização das minhas e vossas palavras.

Beijinhos,

Mónica

agosto 06, 2006  

Enviar um comentário

<< Home