sexta-feira, julho 28, 2006

Encantamento

há uma palavra mágica que se diz. essa palavra
é sempre diferente. montanha, precipício, brilho.
essa palavra pode ser um olhar. a voz. um olhar.

essa palavra pode ser o espaço de silêncio onde
não se disse uma palavra. brilho, , montanha.
essa palavra pode ser uma palavra, qualquer palavra.

há uma palavra mágica que se diz. há um momento.
depois dessa palavra, só depois dessa palavra,
pode começar o amor.

Poema de, José luis Peixoto
em, A Casa, a Escuridão

just me- an ordinary girl

3 Comments:

Blogger Samartaime said...

querido Zeca...o que tu nos descobres....


Lindo!



beijo.


(espero que tudo mais leve. contigo)


isa.(piano)

julho 29, 2006  
Blogger Ana Maria said...

Muito lindo!
E a tua vontade de partilhares coisas bonitas com os outros é também um gesto muito lindo, querido amigo.
As coisas vão melhorar, acredita.
Um calmo fim-de-semana com muita paz e amor.
Beijinhos

julho 29, 2006  
Blogger Luísa Freire said...

José Luís Peixoto

"Uma Casa na Escuridão" e "A Casa, a Escuridão"

boa escolha...uma reserva muito especial

agosto 09, 2006  

Enviar um comentário

<< Home