sexta-feira, fevereiro 20, 2009



Gigante de águas que corta as fronteiras
E as selvas bravias do imenso sertão
Azul como o emblema da nossa bandeira
Banhando as divisas da nossa nação
Unindo os estados do Sul e do Norte
Goiás, Mato Grosso, São Paulo e Pará
Suas curvas fidalgas enfeitam seu porte
E as lindas paisagens do “azul Paraná“.

Suas águas serenas são lágrimas virgens
Vertidas da terra, que encanto lhe dá
No seio das matas, tiveste a origem
Que hoje se espelham no “azul Paraná“.

O canto das aves, o cheiro das flores
O grito de guerra do índio tupi
Embalam teu sono cantando louvores
E enquanto tu dormes, velamos por ti
Audazes bandeirantes em eras passadas
Buscaram esmeralda que em teu seio está
Com sangue escreveram teu nome na espada
Heróis que tombaram no “azul Paraná“.

Montanhas e serras atrás vai deixando
Pra onde caminhas ninguém saberá
Saudades, esperanças, contigo arrastando
No espelho das águas do “azul Paraná“.

CASCATINHA & INHANA
Vê Barros

2 Comments:

Blogger Ve Barros said...

Olá meu querido, Lancelot!

Fiquei super feliz de ver o texto do meu blog aqui!!!

Muito mais feliz de receber uma visita tão especial na minha humilde casinha TROCA DE IDÉIAS!!! :)

Venha mais vezes e post o que desejar, meu grande forumaníaco!!!

Um cheiro.

fevereiro 25, 2009  
Blogger escarlate.due said...

é bom saber que de vez em quando vens cá espreitar e nos deixas saber que ainda "estás"
beijo enorme foryou

março 17, 2009  

Enviar um comentário

<< Home